Sábado, 18 de Setembro de 2021
23°

Poucas nuvens

Alagoinhas - BA

Notícias de Alagoinhas Oportunidade

Secretário Gustavo Carmo dialoga com a sociedade a respeito do retorno às aulas semipresenciais

A fim de manter um diálogo aberto e esclarecedor sobre o tema, a gestão Joaquim Neto, representada pelo secretário de Educação Gustavo Carmo e pela secretária de Saúde Laína Passos, participou de uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Vereadores, nesta quinta-feira (29)

29/07/2021 às 18h33
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Secretário Gustavo Carmo dialoga com a sociedade a respeito do retorno às aulas semipresenciais

Muitas expectativas e preparativos rondam o retorno às aulas semipresenciais na rede pública e privada de Alagoinhas, no próximo dia 09 de agosto. A fim de manter um diálogo aberto e esclarecedor sobre o tema, a gestão Joaquim Neto, representada pelo secretário de Educação Gustavo Carmo e pela secretária de Saúde Laína Passos, participou de uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Vereadores, nesta quinta-feira (29).

 

Com transmissão online pelo canal no YouTube da Casa Legislativa, a sessão foi aberta pelo presidente José Cleto dos Santos Filho (Cleto da Banana), que comentou o avanço da vacinação contra a Covid-19, no município, e a ansiedade para o retorno à sala de aula. “Passado mais de um ano de pandemia e com o avanço na vacinação, é natural que estejamos muito ansiosos para que esse reinício aconteça, mas não podemos esquecer que dar esse passo envolve muita responsabilidade, pois a Saúde e a Segurança devem ser nosso maior objetivo”.

 

A condução da sessão foi feita pela vereadora Luma Menezes, de quem partiu a iniciativa de debater o assunto com a sociedade. “É uma grande alegria e satisfação realizar essa audiência de extrema importância, pois a educação é a pauta fundamental quando se trata de políticas públicas. O nosso grande objetivo é garantir a participação democrática da sociedade e entender qual o protocolo que está sendo estabelecido pelas secretarias de Saúde e Educação”.

 

Marcaram presença, representantes dos colégio Dínamo, João Paulo, Santo Graal, Star, Renovação, Santíssimo, Escola Aquarela, SIMPA, APLB, CENEC, CUFA e os vereadores Djalma Santos, Thor de Ninha e Juci Cardoso. A subsecretária de Educação Keite Lima e os membros da Vigilância Sanitária Glauber Rocha, Raissa Milena Florencio e Ivana dos Santos também se fizeram presentes na audiência.

 

O secretário de Educação Gustavo Carmo esclareceu que, no dia 09 de agosto só retornarão à sala de aula, o Ensino Fundamental II (do 6° ao 9° ano) e a EJA – Educação de Jovens e Adultos, das escolas Miguel Fontes, em Boa União, “entregue no pacote de obras do 02 de julho”, e Murilo Calvalcanti, que está sendo readequada para o momento. “Para deixar ainda mais tranquila a população, estamos falando de um universo de, em média, 3 mil estudantes, que inclui 22% da rede, em duas escolas”.

 

Segundo o secretário, “o requisito primordial é que continue a melhorar a tendência da curva epidemiológica da Covid-19. As análises de Saúde sinalizam o arrefecimento da pandemia, na medida em que a vacinação progride no país, o que faz esse momento favorável para o retorno às aulas semipresenciais”. Gustavo também elucidou que o retorno não traz obrigatoriedade para as famílias que ainda não se sentirem seguras para isso. “No caso da rede municipal, os estudantes que optarem por permanecer de forma remota poderão continuar de casa. Os que tem ou tiveram maior dificuldade nesse modelo, terão todo o apoio da SEDUC, com as atividades impressas, não ficando desassistidos”.

 

“A ideia é dar um passo de cada vez, retornando de forma gradual e responsável, para que tenhamos plenitude com a queda da curva da epidemia”, reiterou o gestor da Educação. Sobre o retorno apenas da EJA e Educação Fundamental II, na rede municipal, ele disse que essa decisão se deu porque “os alunos em idade mais avançada já têm discernimento sobre a necessidade do uso de máscaras e distanciamento social”. O decreto recomenda que se respeite 1 metro e meio de separação entre um aluno e outro.

 

“Será um retorno muito enxuto, cauteloso e preparado. No dia 23 de agosto faremos uma avaliação desse primeiro momento. Caso seja positivo, avançaremos para o 5° ano”, disse Gustavo Carmo, que apresentou alguns pontos do protocolo, com os procedimentos para a fase híbrida semipresencial das aulas, que poderá ser ajustado a qualquer momento:

 

A SEDUC e o Programa Saúde na Escola deverão realizar formações com profissionais da Educação abordando aspectos essenciais de proteção; elaboração de guia de recomendação para creches e escolas de Educação Infantil (embora esses segmentos não retornem agora), formação com as equipes de limpeza, da cozinha e do transporte escolar; reuniões escalonadas com as famílias dos estudantes; formação dos gestores escolares para que saibam lidar com situações atípicas, como o adoecimento de algum estudante.

 

O secretário Gustavo também listou alguns dos equipamentos de prevenção adquiridos pela prefeitura, tais como máscaras de pano lavável, protetores faciais para profissionais que tenham acesso direto aos estudantes, dispensa de álcool 70% de parede, totem para álcool em gel de pedal, papel toalha, sabão líquido, material publicitário, dentre outros.

 

A secretária de Saúde Laína Passos falou da importância do protocolo de biossegurança para a retomada das aulas e dos indicadores epidemiológicos, que continuarão monitorando o crescimento do declive da Covid-19 no município. “Temos uma taxa de contaminação reduzida, demonstrada nos boletins epidemiológicos, com a diminuição no número de óbitos e de pessoas hospitalizadas”.

 

Laína ressaltou o número de 63 mil pessoas vacinadas com a primeira dose, em Alagoinhas, e disse que toda decisão pode ser revista a qualquer tempo e momento, a partir desses indicadores. “A SESAU fará uma fiscalização rigorosa nas escolas, para que se cumpram o que está disposto no protocolo de biossegurança, por meio da vigilância sanitária”.

 

Após participações de vereadores e público presente, o secretário Gustavo Carmo manifestou que sempre defendeu a diferença do público e do privado “por serem estruturas diferentes e, por isso, as condutas e protocolos são distintos”. Ele ainda mencionou que a escolha do dia 09 de agosto, para o retorno presencial, se deu por se tratar do período de fechamento do primeiro ciclo de professores vacinados. Ele ainda salientou que caso os alunos apresentem sinais gripais, estes serão isolados, para evitar qualquer tipo de contaminação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Alagoinhas - BA
Alagoinhas - BA
Sobre o município Alagoinhas é um município brasileiro do estado da Bahia, localizado no Agreste deste estado. Sua área é de 718,089 quilômetros quadrados e sua população em 2020 era de 152 327 habitantes, tendo portanto uma densidade demográfica de 210,05 habitantes por quilômetro quadrado.
Alagoinhas - BA Atualizado às 18h56 - Fonte: ClimaTempo
23°
Poucas nuvens

Mín. 18° Máx. 29°

Dom 30°C 17°C
Seg 30°C 16°C
Ter 30°C 17°C
Qua 32°C 15°C
Qui 27°C 18°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete
Anúncio