Sexta, 22 de Janeiro de 2021 00:49
(75) 99986-7916
Bahia Réveillon

Aglomerações e festas privadas marcam entrada de 2021

A PM contabilizou um total de 18 encontros que foram realizados na capital e interior

02/01/2021 11h50
277
Por: Redação Fonte: Correio 24h
Aglomerações e festas privadas marcam entrada de 2021

m momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

 

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou 1.284 novos casos de Covid-19 e, apesar da pandemia exigir distanciamento social, o que se viu na noite do dia 31 de dezembro, na capital baiana e no interior, foi o desafio das medidas de proteção e contenção do avanço da doença no estado. Em Salvador, a Polícia Militar flagrou aglomerações nos bairros de Sussuarana, Arenoso, Castelo Branco, Stella Maris, São Marcos e Pau da Lima. Na madrugada dessa sexta-feira (1º), foram contabilizadas 18 aglomerações e festas privadas de ano novo na capital, Região Metropolitana (RMS) e também no interior do estado.

Na RMS, além da festa irregular flagrada durante operação que prendeu quatro assaltantes de banco, na cidade de Lauro de Freitas, outro encontro foi finalizado, em Camaçari. Em Monte Gordo, guarnições da 59ª CIPM (Vila de Abrantes) dispersaram uma festa, numa chácara, com cerca de 100 pessoas sem máscaras. No local, a polícia encontrou uma arma de brinquedo e porções de drogas.

Em Trancoso, distrito de Porto Seguro, onde já tinham sido finalizados outros eventos em casas de luxo, os policiais militares flagraram novos encontros também dentro de condomínios de alto padrão. Em dois flagrantes, as guarnições encontraram 700 pessoas. Em um dos imóveis, equipamentos profissionais de som foram apreendidos.

 

Na mesma região, em Arraial D'Ajuda, equipes do 8° BPM finalizaram mais quatro reuniões que desobedeciam o decreto estadual. Três foram em via pública e uma, na área de um imóvel, com cerca de 100 pessoas.

Fechando o balanço do interior, a PM encerrou festas nas cidades de Barreiras, Ipirá e Irecê.

 

De acordo com a psicóloga Priscilla Pardo, a redução do contato social, como estratégia para conter o contágio do coronavírus, representou uma drástica mudança no padrão de sociabilização, aumentando sentimentos como solidão, medo, tristeza, incerteza e isso poderia explicar a insistência em realizar celebrações, mesmo diante do risco evidente. 

 

“Considerando a necessidade de contato social, como a base primordial da existência humana, o impulso dos indivíduos por buscarem de forma recorrente satisfazer a necessidade de conexão e inserção em grupos sociais, conduziu os sujeitos a desenvolver um comportamento de maior adesão aos eventos sociais, minimizando as consequências decorrentes das aglomerações e o efeito relacionado ao aumento de casos por Covid”, esclarece.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
-
Atualizado às 21h00 - Fonte: Climatempo
°

Mín. ° Máx. °

° Sensação
km/h Vento
% Umidade do ar
% (mm) Chance de chuva
Amanhã (23/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Domingo (24/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °