Uma informação contida no exame do prefeito de Alagoinhas, Joaquim Neto, pode apontar que o gestor se expôs com sintomas do novo coronavírus durante agenda no município. A autenticidade da informação foi confirmada nesta sexta-feira (10) ao Bahia Notícias pela diretoria do Laboratório Central da Bahia (Lacen).

Apesar de informar que sentiu os sintomas na terça-feira (7) (ver aqui), mesmo dia em que se submeteu ao teste PCR, a ficha do resultado de Joaquim Neto aponta a informação de que o início dos sintomas se deu no dia 25 de junho, 12 dias antes de ter informado sobre o fato.

Joaquim Neto, que é médico, usou as redes sociais nesta quinta-feira (9) para dizer que tinha sido testado para a Covid-19 cujo resultado saiu na quarta-feira (8). O gestor informou que sente sintomas leves, sem gravidade e que trabalha de casa.

Em nota, o a prefeitura de Alagoinhas explicou que o gestor da cidade coletou amostra para exame de coronavírus na terça-feira (7), no Laboratório Municipal, após apresentar sintomas da doença no dia anterior, segunda-feira (6). A amostra foi enviada ao Lacen e o resultado positivo para Covid-19 saiu na manhã da última quarta-feira (8). “A gestão municipal ainda afirma que o isolamento domiciliar do prefeito teve início já na segunda-feira, e que como se encontra dentro do período de transmissão do vírus, o gestor segue em quarentena, trabalhando de casa e recebendo tratamento, conforme relatório médico emitido nesta quinta-feira (9), quando esteve na UPA de Santa Terezinha, para a realização de exames”.

Fonte: BN

Deixe uma resposta