Um enfermeiro morreu em decorrência do novo coronavírus em Salvador. Alisson Fabrício Mota Bastos, de 37 anos, trabalhava na linha de frente contra a covid-19, na Unidade de Saúde da Família de Cajazeiras IV, onde todos os profissionais passaram por testagem. Ele faleceu na última sexta-feira (26) e deixa uma filha pequena.

A morte de Alisson foi confirmada em nota pelo Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren). O órgão informou que ele chegou a ficar internado no Hospital Português, mas não soube precisar por quanto tempo, nem se o enfermeiro tinha comorbidades. 

“É com grande pesar que comunicamos o falecimento do enfermeiro Alisson Fabrício Mota Bastos. O profissional trabalhava na unidade de saúde da família de Cajazeiras IV, em Salvador. Deixamos nossas mais sinceras condolências à família e amigos por essa inestimável perda”, divulgou o Coren, em comunicado.

Alisson também atuava no Hospital Geral de Camaçari. Em postagem no Facebook, uma irmã dele falou sobre a morte do enfermeiro e pediu orações.

“Infelizmente comunico a todos, com muita tristeza e angústia, o falecimento do meu irmão Alisson Fabrício Mota Bastos. Devido a sua profissão, lidando na linha de frente. No hospital, acabou sendo contaminado por este maldito vírus e não resistiu. Peço gentilmente a todos vocês, orações por ele e por minha mãe, que na semana anterior também acabou de perder um irmão”, escreveu.

“Peço desculpas a todos que tentaram falar com minha mãe, mas ela está em cacos e não consegue falar com ninguém, mesmo a base de tranquilizantes não consegue parar de chorar dizendo que arrancaram um pedaço dela. (…) Perder um irmão tão precocemente não está sendo nada fácil para nós, mas sem dúvida perder um filho, poucos dias depois de perder um irmão é uma dor imensurável para qualquer mãe. Eu me sinto impotente diante desta situação, estou longe e sem certeza de vôos, além do grande grau de risco de contaminação numa viagem como esta e contaminar ela também, então resolvi esperar, mas tudo que eu queria era estar ao lado da minha mãe dando força…. Realmente tem coisas que acontecem que fogem da nossa condição enquanto humanos. Obrigada a todos com toda sinceridade do meu coração”, continuou a irmã de Alisson.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde de Salvador (SMS) lamentou o falecimento do enfermeiro e informou que outros cinco profissionais da unidade de saúde testaram positivo para o coronavírus. Segundo a SMS, eles foram afastados das atividades.

De acordo com o último boletim da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), divulgado na sexta-feira (26), a Bahia já registrou 7.290 profissionais da saúde diagnosticados com a covid-19.

Fonte: Correio 24h

Deixe uma resposta