Basta apenas ter o limite disponível no cartão de crédito para ter o dinheiro em mãos em minutos. Sem burocracia e longe dos olhos do sistema financeiro nacional, serviços de empréstimos por meio do limite do cartão de crédito são comuns e oferecem juros acima daqueles praticados pelas cinco maiores instituições financeiras do país. A TARDE encontrou empréstimos com juros de 5,6% ao mês (a.m.) e 93% ao ano (a.a), enquanto a modalidade de crédito em grandes bancos cobra, no máximo,  5,2%  a.m. e 74% a.a. 

Os anúncios dessa modalidade ilegal de empréstimo estão em toda parte, fixados em postes e em páginas na internet, garantindo ao cliente dinheiro rápido e sem análise de crédito. As vantagens, no entanto, param por aí, uma vez que, além de arcar com os juros do serviço, o cliente corre o risco de pagar por juros do próprio cartão – os mais altos do mercado, caso deixe de honrar com o compromisso financeiro. 

“O intermediário que executou a transação não arca com nenhuma consequência da inadimplência, já que a dívida é tratada entre o consumidor e o banco. Por isso que, apesar de ser desvantajosa para o consumidor por conta da duplicidade de juros, esse tipo de atividade é vantajoso para essas ‘agências’”, pontua o economista Yuri Conrado. 

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui