O povoado de Sauípe passa a contar desde este domingo (20) com um espaço de convivência e lazer com a inauguração da sua primeira praça, que recebeu o nome de José Nicolau da Silva, em homenagem a uma importante liderança da comunidade. Além da entrega do equipamento, o dia também foi marcado pelo resgate da memória do local, palco do desfecho da “Revolução de 30.

Foto: Roberto Fonseca

Foto: Roberto Fonseca

Estiveram presentes o prefeito Joaquim Neto, a vice-prefeita e Secretária de Cultura , Esporte e Turismo, Iraci Gama, os secretário de Agricultura, Geraldo Almeida, de Governo, Gustavo Carmo,  de Serviços Públicos, André Barros, de Educação, Jean Afonso, de Gabinete, Raimundo Quairoz, a diretora do Serviço Autônomo de Água de Esgosto (SAAE) e secretária interina de Infraestrutura, Maria das Graças Reis, o líder do Governo na Câmara, José Cleto, os vereadores Gode, Raimunda Florêncio, Norberto Alves (Bebé), o coordenador geral do programa Prefeitura em Ação, Clécio Oliveira, a presidente da Associação de Moradores, Maria de Lourdes e equipes técnicas das secretarias. Os moradores prestigiaram a cerimônia e as crianças aproveitaram para brincar no parquinho novo.

Foto: Roberto Fonseca

A inauguração do equipamento fez parte da segunda etapa do programa Prefeitura em Ação na localidade, que também beneficiou os moradores com patrolamento de vias, poda de árvores, melhorias na iluminação com lâmpadas de led e instalação de mais 20 braços de energia, sinalização, roçagem, capina, atendimentos de saúde, do posto comercial do SAAE, dentre outros serviços. Durante o evento, o prefeito Joaquim Neto destacou a grande quantidade de obras em andamento realizadas no município. “Estamos com ações de pavimentação, drenagem e manutenção corretiva do piso em toda a cidade e essa praça é mais uma mostra da utilização responsável do dinheiro público. Tínhamos aqui um espaço abandonado, escuro e com esgoto a céu aberto e que agora poderá ser utilizado para o lazer e diversão das famílias”, afirmou o prefeito.

Foto: Roberto Fonseca

A praça foi uma das demandas apresentadas pela comunidade durante a reunião que precedeu o início do Programa Prefeitura em Ação. Para a presidente da Associação de Moradores, Maria de Lourdes, essa é uma importante conquista para Sauípe. “Os serviços realizados e agora a inauguração da praça aqui vieram para melhorar muito a qualidade de vida da população local, além de resgatar uma parte importante da nossa história, algo que a maioria das pessoas não tinha conhecimento. “A Prefeitura está olhando pelo povoado. Não falo apenas sobre a praça, mas também em relação à reforma da escola no inicio do ano e a segurança que também melhorou muito com a iluminação nova”, destacou a dona de casa Raimunda Xavier, que levou os dois filhos para o evento.

“O trabalho em conjunto na prefeitura é um dos pontos fortes da Administração e agradecemos às comunidades por acreditarem no nosso trabalho”, salientou o coordenador – geral do Programa Prefeitura em Ação, Clécio Oliveira.

Resgate da memória

Sauípe é um pequena comunidade que agrega cerca de 600 famílias, integrando a população da área rural de Alagoinhas e cuja memória se confunde com a história do país. Há 89 anos, no auge da “Revolução de 30”, nessa região, as forças legalistas enfrentavam as forças revolucionárias e foi na plataforma ferroviária de Sauípe que, em 24 de outubro de 1930, foi selada a paz.

Foto: Roberto Fonseca

Para celebrar e eternizar este importante capítulo político da nossa história, em um dos momentos mais emocionantes deste domingo, após a inauguração da praça, os presentes foram convidados para visitar a exposição “O fim da Revolução de 30”, montada pela SECET, na antiga plataforma ferroviária. A partir de fotografias de jornais de época e da palestra proferida pela pesquisadora, vice-prefeita e secretária da SECET, Iraci Gama, convidados e população conheceram o papel do local no conflito e curiosidades sobre a história do município.

“Hoje estamos dando mais um passo no resgate histórico como política de governo e agregando mais um ponto importante à rota turística no município. Esse memorial contribui para o resgate em torno da imagem de uma população heroica e ordeira que desempenhou um papel importante para o fim da guerra”, explicou Iraci Gama.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui