Contratos firmados entre a Cidade Cooperativa de Trabalho de Profissionais da Área de Saúde e as prefeituras baianas de Candeal, Itatim e Maragogipe são investigados pelo Ministério Público Federal (MPF). Os inquéritos civis são conduzidos pelo procurador da República Claytton Ricardo de Jesus Santos.

Em julho deste ano, o órgão federal já tinha instaurado sete inquéritos civis para investigar supostas irregularidades na contratação da Cidade Cooperativa de Trabalho de Profissionais da Área de Saúde pelas prefeituras de Antônio Cardoso, Pintadas, Santanópolis, Barrocas, Retirolândia, Santaluz e Valente.

Em abril deste ano, o procurador Samir Cabus Nachef Junior instaurou outro procedimento para investigar possíveis irregularidades em contratos firmados pela cooperativa e diversas prefeituras. Na portaria, os municípios alvos do órgão federal não foram citados. No mesmo inquérito, o MPF mirou a Redesaúde Cooperativa de Trabalho.  

Outro lado
A sede da empresa fica em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador. Como em outras oportunidades, a reportagem procurou a cooperativa, mas ninguém foi encontrado para falar sobre o assunto.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui