A CAIXA inicia, nesta quinta-feira (17), o pagamento do Abono Salarial (Programa de Integração Social – PIS) calendário 2019/2020, para os trabalhadores nascidos no mês de outubro. Os valores variam de R$ 84 a R$ 998, de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano base 2018.

Os titulares de conta individual na CAIXA com cadastro atualizado e movimentação na conta recebem,  hoje (15), o crédito automático antecipado. Os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. O prazo final para o saque do abono salarial do calendário de pagamentos 2019/2020 é 30 de junho de 2020.

São mais de 1,8 milhões de trabalhadores nascidos em outubro, totalizando R$ 1,3 bilhões em recursos injetados na economia. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo CAIXA Trabalhador, no site da CAIXA (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.

A CAIXA irá disponibilizar cerca de R$ 16,5 bilhões para mais de 21,6 milhões de beneficiários até o final do calendário. Confira todas as datas:

​​Nascidos emRecebem a partir deCrédito em conta
​Julho​25/07/2019​​23/07/2019​
​Agosto​15/08/2019​​13/08/2019​
​Setembro​19/09/2019​​17/09/2019​
​Outubro​17/10/2019​​15/10/2019​
​Novembro​14/11/2019​12/11/2019
​Dezembro​12/12/2019​​10/12/2019
​Janeiro e Fevereiro​​16/0​1/202014/01/2020
​Março e​Abril13/02/2020​​11/02/2020
​Maio e​​Junho​​19/03/2020​​17/03/2020

Quem tem direito ao saque:

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano base 2018.

Quem possui o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento CAIXA Aqui ou aos terminais de autoatendimento da CAIXA. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta CAIXA, o valor pode ser retirado em qualquer agência da CAIXA, apresentando o documento de identificação oficial com foto. O trabalhador com vínculo a empresa pública possui inscrição PASEP e recebe o pagamento pelo Banco do Brasil.

Cotas do PIS:

Em 24 de julho de 2019, o Governo Federal editou a Medida Provisória (MP) 889/2019 que regulamentou e trouxe novidades às regras para o saque de cotas do PIS/Pasep.

Todos os participantes cadastrados no PIS até 04/10/1988 que possuam saldo de cotas podem sacar. O pagamento está disponível para os cotistas de todas as idades. Diferentemente dos saques anteriores, não há prazo final para a retirada do dinheiro.

A MP traz como facilidade o saque com declaração na hipótese de morte do titular da conta individual do PIS. Neste caso, o saldo será disponibilizado aos seus herdeiros ou sucessores.

Os saques de até R$ 3 mil podem ser feitos com o Cartão do Cidadão e a Senha Cidadão nos terminais de Autoatendimento. Nas lotéricas e Correspondentes Caixa Aqui, além do Cartão do Cidadão e Senha, o cotista deverá apresentar documento de identificação oficial com foto. Os valores acima de R$ 3 mil devem ser sacados nas agências, mediante apresentação de documento oficial com foto.

Balanço:

A estimativa de pagamento é de R$ 18,3 bilhões para as Cotas do PIS, que devem beneficiar 10,4 milhões de brasileiros. Até o momento, cerca de 560 mil cotistas sacaram o benefício, num total de R$ 452 milhões. Quanto ao perfil do trabalhador por faixa etária, 27% têm menos de 59 anos, 17% têm entre 60 e 64 anos, 14 % têm entre 65 e 69 anos e 42 têm mais de 70 anos. Quando à distribuição das cotas por valor, 49% têm até R$ 1 mil, 45% têm entre R$ 1 mil e 5 mil e 6% têm saldo acima de R$ 5 mil.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui