Três municípios da Bahia que fazem divisa com Sergipe estão afetados pelas manchas de óleo que atingem o Nordeste. O problema já foi constatado em Jandaíra, nas praias de Mangue Seco e Coqueiro; no Conde, na praia de Siribinha, e em Esplanada, sem ainda identificação das localidades.

Sergipe foi o estado mais afetado pelas manchas, o que fez o governo daquele estado decretar situação de emergência nesta segunda-feira (7). Ao Bahia Notícias, o diretor de sustentabilidade do Projeto Tamar, César Coelho, apela para que se descubra o mais rápido possível as causas e o tipo de óleo que atinge as localidades.

“A gente está carente dessa informação. Só dá para tomar uma decisão quando a gente souber de fato o que está ocorrendo”, disse ao BN. Desde a quinta-feira (3), a equipe do Projeto Tamar suspendeu a liberação de filhotes de tartarugas como prevenção à vida dos animais. “A gente tomou como medida reter os ilhotes que deveriam estar indo pro mar. No entanto, é muito difícil porque os filhotes ficam na praia e de noite vão para o mar”, conta.

O diretor do Tamar, que também é engenheiro de pesca, afirmou que, além da limpeza das praias, é necessário também a retirada do óleo do mar. “Não vai adiantar só limpar a praia, porque se o mar estiver contaminado, os filhotes também não vão suportar o ambiente”, completou.

por Francis Juliano Bahia Notícias

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui