Foto: Lázaro Junior

A Prefeitura deu início neste domingo (15), à 4ª edição do mutirão “Todos Contra à Dengue” para a prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus. A ação realizada pela Secretaria de Saúde (SESAU), em parceria com diversos setores e associações de bairros, contou com mais de 200 pessoas na coleta de materiais que foram descartados pelos moradores e superou as expectativas da prefeitura.

Foto: Lázaro Junior
Foto: Lázaro Junior

De acordo com o vice-presidente da Comissão Interinstitucional de Combate ao Aedes Aegypti, Danilo Jefoni, a meta desta primeira etapa era contemplar o Santo Antônio e o Barreiro de Baixo, mas com o empenho das equipes, a ação chegou também ao Barreiro de Cima e ao Conjunto Habitacional Bom Viver. “As associações tiveram um papel fundamental no sucesso do mutirão, foram eles que indicaram os locais onde se encontravam os materiais inservíveis, visitaram casa por casa. Essa ponte com o poder público foi essencial porque eles toda a comunidade foi envolvida”, explica Danilo. O mutirão incluiu a entrega de kits para coleta de lixo, na sexta e no sábado, e o domingo foi dedicado ao recolhimento dos entulhos, inspeção em terrenos baldios e orientações aos moradores.

Foto: Lázaro Junior

Oito caçambas de resíduos foram retiradas dos bairros, o que deixa um alerta para que a população se atente ao acúmulo de materiais que podem se tornar criadouros do mosquito.  A parte dos materiais que pode ser comercializada, como plásticos e vidros, foi dividida entre as associações e a parte inservível, foi levada ao aterro sanitário da cidade.

“O resultado do mutirão foi o mais positivo possível, uma vez que conseguimos retirar uma grande quantidade de materiais que, segundo o LIRAa, possuem maior probabilidade de se tornarem criadouros de larvas, e os reflexos disso já serão sentidos no próximo ciclo de visitas”, afirmou a secretária de Saúde, Rosânea Rabelo. “Com o engajamento de todos, estaremos terminando o ano com uma redução significativa no Índice de Infestação Predial na cidade”, completou a secretária.

Foto: Lázaro Junior

Além de intensificar as ações, o trabalho de prevenção é realizado periodicamente por meio de campanhas de conscientização nas escolas e nos bairros. Novos mutirões estão previstos para a Avenida da Leste, o Jardim Pedro Braga e Teresópolis, no dia 29 de setembro. Ainda este ano, o mutirão chega também ao conjunto Brisas do Catu, ao Urupiara, ao Parque São Francisco, à Mãe Cirila e Urbis III.

Publicidade 3