Foto: Reprodução

Raimundo Queiroz revelou que não pretende seguir na presidência do Atlético de Alagoinhas. Neste ano, o Carcará terminou o Campeonato Baiano na terceira posição e conquistou vagas para as disputas da Copa do Brasil e da Série D do Brasileiro de 2020.

“Não temos mais interesse em continuar já que o time está numa situação confortável, vai disputar três competições [em 2020]. Nosso acerto com o torcedor foi que retornaríamos ao clube para subir. Botamos o time na primeira divisão [do Baiano] e a gente saia. Mas, com o pedido do pessoal, ficamos para o Baiano e tivemos a sorte e a competência do time conquistar as vagas para a Copa do Brasil e Série D do Brasileiro. O time terá um calendário cheio [em 2020], então está na hora de dar espaço para outras pessoas que queiram participar das eleições”, revelou em entrevista ao Bahia Notícias.

O mandato de Raimundo Queiroz no Atlético de Alagoinhas vai até novembro deste ano. Porém, ele articula com o Conselho Deliberativo do clube para antecipar as eleições presidenciais. A ideia é que o próximo presidente tenha mais tempo para definir o planejamento da próxima temporada.

“O meu mandato é até novembro, mas estamos discutindo com o Conselho Deliberativo para antecipar as eleições para agora no final de setembro. Vamos antecipar para quem assumir ter mais tempo para arrumar a casa”, disse. “Mas independente de qualquer coisa, enquanto não tem eleição, temos que ir preparando a programação toda para o ano que vem com bastante critério, porque tem a Copa do Brasil. Temos que ir organizando a casa para deixá-la prontinha, organizadinha para o próximo presidente assumir o clube com condições melhores do que as que eu encontrei”, finalizou.

Publicidade 3