Neste sábado, 10, o Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia transportou órgãos do interior para a capital.

Fígado e linfonodo do baço precisavam ser captados o mais rápido possível, em Alagoinhas, e trazidos para Salvador, a fim de salvar vidas. 

Nesse tipo de missão, o tempo é fator diferencial para o sucesso nos transplantes. 
Com a tripulação e a equipe médica a serviço da vida, a extração foi realizada com sucesso e os órgãos foram embarcados no GUARDIÃO 02, de imediato.

Em 18 minutos, os órgãos chegaram a Salvador e seguiram destino para dar sobrevida a quem precisa. 

Por terra, o deslocamento dos órgãos levaria mais de duas horas, o que poderia contribuir negativamente para o sucesso do transplante.

Publicidade 3