A eficiência na gestão das finanças e a qualidade do gasto público permitiram ao Governo do Estado a contratação de mais de 23 mil profissionais em secretarias e órgãos do Executivo durante a gestão do governador Rui Costa.

O dado foi publicado pelo governador nas redes sociais, na manhã desta segunda-feira (8). “Me orgulho em dizer que tudo isso é resultado da boa gestão financeira e muito trabalho, mesmo neste momento de crise em que muitos estados não conseguem fazer o mesmo. As contas públicas continuam equilibradas e assim vamos avançando”, afirmou Rui na publicação.

Desde 2015, 9.208 servidores efetivos foram contratados através de concurso público, segundo levantamento realizado pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb). A segunda maior contratação do Governo do Estado foi pelo Partiu Estágio. Criado em 2017, o programa deu oportunidade de trabalho a 8.702 estudantes. O Primeiro Emprego, também lançado por Rui Costa, em 2016, foi responsável pela contratação de 5.344 jovens oriundos da rede estadual de Educação Profissional.

Através dos dois programas, o governo baiano promove uma das maiores ações governamentais de apoio à educação e aprimoramento profissional de jovens egressos de cursos profissionalizantes da rede pública e de jovens universitários. 

Somadas as vagas criadas através de concurso e pelos programas Primeiro Emprego e Partiu Estágio, o Estado criou 23.254 oportunidades em pouco mais de quatro anos. Vale destacar também a criação do programa Mais Futuro, que assegura o pagamento de bolsas de até R$ 600 a alunos de baixa renda das quatro universidades estaduais, ação inédita na Bahia. 

Mesmo diante de uma das mais graves crises econômicas da história do Brasil, o Governo do Estado tem mantido as contas públicas equilibradas, o que garantiu, ao longo de toda a gestão Rui Costa, o pagamento dos salários dos servidores rigorosamente em dia. A Bahia também tem se mantido entre os dois estados que mais realizam investimentos no país, atrás apenas de São Paulo. A gestão eficiente assegurou, pelo quarto ano consecutivo, a aprovação das contas do Governo do Estado, referente ao ano de 2018, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui