A Petrobras anunciou nesta sexta-feira (28) a primeira fase do programa de venda de refinarias, incluindo quatro ativos, como parte de um plano maior de vender oito unidades equivalentes a metade da capacidade de refino do país.

Segundo o site da revista Exame, nessa primeira fase, a estatal informou que venderá as refinarias Rnest, em Pernambuco; Rlam-Mataripe, na Bahia; Repar, no Paraná; e Refap, no Rio Grande do Sul, assim como seus ativos logísticos correspondentes.

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que a empresa espera vender pelo menos uma refinaria em 2019.

As oportunidades de venda da segunda fase do plano de venda de refinarias, que incluem Regap, Reman, Unidade de Industrialização do Xisto e Lubnor (Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste), serão divulgadas ainda este ano, disse a empresa.

A petroleira espera obter até 20 bilhões de dólares com a venda de oito ativos de refino em um processo que deve durar um ano e meio para ser concluído, disse uma fonte da empresa à agência Reuters, em abril.

“Os desinvestimentos em refino estão alinhados à otimização de portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, visando à maximização de valor para os nossos acionistas”, disse a companhia, que voltou seu foco para exploração e produção de petróleo e gás em águas profundas.

Os desinvestimentos em refino representam capacidade de cerca de 1,1 milhão de barris por dia de petróleo processado.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui