O ministro Gilmar Mendes do STF (Supremo Tribunal Federal) comentou as conversas entre o ex-juiz federal e atual ministro Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) e o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no MPF (Ministério Público Federal) no Paraná, procurador Deltan Dallangol.

Em entrevista à revista Época, Gilmar Mendes avaliou que a troca de mensagens pode anular a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex no Guarujá (SP).

“Eu acho, por exemplo, que, na condenação do Lula, eles anularam a condenação”, avaliou Mendes, identificando que o conteúdo revelado mostra que houve interferência de Moro e Dallagnol no andamento da Lava Jato.

No domingo (9.jun.2019), o site The Intercept divulgou uma série de reportagens que mostram uma troca de mensagens entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, sobre a operação. Eles alegam terem sido vítimas de uma ação hacker. A Polícia Federal investiga.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui