Após evento em Manaus, Sergio Moro defendeu que não há “nada de mais” nas mensagens trocadas por ele com Deltan Dallagnol.

Para Moro, ilegal foi a invasão a arquivos pessoais.

“Fato grave é a invasão criminosa do celular dos procuradores.”

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui