A modelo Najla Trindade, que acusa Neymar de estupro, falou pela primeira vez e contou que o jogador ficou agressivo após ela exigir que ele usasse camisinha. A declaração foi dada durante entrevista ao SBT.

A jovem contou que foi para a França com passagem e hotel pagos pelo jogador e que tinha consciência de que iriam manter uma relação sexual. “Eu tinha o desejo de ficar com o Neymar, só que quando cheguei lá ele estava agressivo, totalmente diferente do cara que conhecia nas mensagens”, contou.

Ela explicou que eles começaram a trocar carícias e ela perguntou se ele tinha levado camisinha. Após a mensagem negativa do atacante, a modelo disse que também não tinha preservativo e eles só ficariam nas carícias, mas, segundo ela, Neymar cometeu o ato, mesmo ela pedindo para ele parar. Depois, o jogador começou a bater em sua bunda com muita força, enquanto continuava com a relação sexual, mesmo com o pedido da jovem para que parasse.

A modelo contou que após o suposto estupro, ela ficou em estado de choque. “Não consegui chorar e nem falar nada. Não consegui reagir no primeiro momento. Depois, se eu não falasse normalmente com ele, ele não falaria mais comigo e eu não poderia provar. Quero justiça, estou traumatizada e quero que ele pague pelo que ele fez. Não precisava ter feito aquilo comigo”.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui