A cidade de Entre Rios, a cerca de 128 km de Salvador, registra um surto de uma doença que ainda é um mistério para a população e médicos do local.

As primeiras notificações da doença foram registradas há cerca de dois meses. Desde então, o hospital municipal da cidade tem estado movimentado de pacientes com as mesmas queixas.

O número de atendimentos diários saiu de cerca de 70 para 170. O principal transtorno dos moradores, que têm sofrido com as dores no corpo, é não saber qual é a doença que tem causado o sofrimento.

A doença tem sintomas semelhantes aos da dengue, zika e chikungunya. Dói os ossos, febre. Eu mesma senti febre, dor de cabeça, dores nas articulações”, disse a técnica de enfermagem Dolores Mendes.

O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) recebeu 65 amostras de sangue dos pacientes para analisar há cerca de um mês. Nenhum resultado saiu até esta terça-feira (4).

A suspeita é de que a cidade esteja vivendo um surto de arboviroses, doenças transmitidas por mosquitos, como a dengue, chikungunya e o zika vírus.

“A gente tem três resultados em mãos, mas são de unidades particulares. Dois casos de dengue positivo e um caso de chikungunya positivo. Desde quando começou o surto, a gente começou a encaminhar as sorologias para o Lacen. [A doença] Só pode ser confirmada com o resultado do Lacen e a gente está no aguardo”, explicou a secretária de Saúde de Entre Rios, Michele Monteiro.

Publicidade 3