863 eleitores que votam nos municípios baianos de Alagoinhas e Aramari tiveram seus títulos eleitorais cancelados por não comparecerem às três eleições consecutivas, e não atenderem à convocação da Justiça Eleitoral.

Alagoinhas é o município com maior percentual de cancelamentos. Segundo Juanil Araújo chefe de Cartório da 163ª Zona Eleitoral com sede em Alagoinhas, em entrevista ao programa Domingo News, pela rádio Mundial FM 105.9, apresentado pelo radialista Luciano Reis, com o cancelamento, os eleitores dos dois municípios não poderão votar, inscreverem-se em concurso público, obterem passaporte, renovarem matrícula em estabelecimento de ensino oficial, obterem empréstimos em estabelecimentos de crédito mantidos pelo governo, participarem de concorrência pública e praticarem qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda.

Araújo informou ainda que os eleitores cancelados podem recorrer à Justiça Eleitoral no cartório onde vota, ou se houve mudança para outro município, fora da 163ª Zona Eleitoral, pode solicitar a transferência do título. A multa é de R$ 3.50 por turno eleitoral perdido. As informações são do site Luciano Reis Notícias

Publicidade 3