Publicidade 3

A partir do dia 1º de junho, os vereadores de Camaçari não poderão utilizar os veículos alugados para a Câmara de forma indiscriminada, todos os dias e qualquer hora. Também perderão o direito a tickets de combustível para abastecer.

A mudança foi formalizada nesta terça-feira (30), após a assinatura de um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre o presidente do Legislativo Jorge Curvelo (DEM) e o Ministério Público estadual. Conforme acordado, os veículos serão reduzidos de 26 para 23, além de receber plotagem nas portas dianteiras com a inscrição ‘Uso exclusivo à serviço da Câmara de Vereadores’

De acordo com o portal Camaçari Agora, a medida vai gerar aos cofres públicos uma economia de R$ 600 mil com combustível e cerca de R$ 150 mil com locação.

Segundo o Everardo Yunes, autor da ação, essas marcações dos veículos vão facilitar o cumprimento do acordo e impedir que sejam usados para fins particulares.

O controle de combustível, hoje realizado através de tickets, passa a adotar o sistema de gerenciamento com cartões eletrônicos de uso individual e identificados por veículo. Além de impedir que parte desse combustível seja repassado para outro veículo, os vereadores também tiveram a cota mensal reduzida para 370 litros, sem possibilidade de acumulação.

Segundo o MP, o acordo deve gerar uma economia anual de aproximadamente R$ 660 mil com combustível, caso seja implementado em sua totalidade. Atualmente a Câmara de Vereadores de Camaçari gasta R$ 1,4 milhão por ano com abastecimento da frota de 26 veículos. Com o TAC, a cota atual de combustível que é de 3,5 mil mensais por carro, cai para R$ 1,7 mil.

FONTEbahia.ba
COMPARTILHAR

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui