Lula encerra o quarto dia da caravana pela região sul do país com um grande ato público, com representantes dos movimentos sociais e lideranças políticas, em Palmeira das Missões, no Rio Grande do Sul. #LulaPeloSul #LulaPeloBrasil #Lula Foto: Ricardo Stuckert
Publicidade 3

O governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), ex-juiz e ex-presidente da Associação Nacional dos Juízes Federais (Ajufe), alertou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já pode deixar a prisão, se quiser.

Com a diminuição de sua pena para 8 anos e 10 meses pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), se for descontado o tempo que já tem preso, restam menos de 8 anos (7 anos e 10 meses). O petista, então, tem direito de passar imediatamente para o regime semiaberto.

Nele, Lula passaria a ter o direito de trabalhar e fazer cursos fora da prisão durante o dia e retornar à unidade prisional à noite.

Em setembro deste ano, Lula pode passar para o regime de “progressão de pena” e, assim, ir para o regime aberto. Ou seja, poderá frequentar cursos ou exercer qualquer outra atividade autorizada durante o dia e recolher-se à noite à sua casa.

Em contato com o blog do jornalista Tales Faria, do UOL, os advogados de Lula informaram que o ex-presidente ainda não autorizou o pedido para ele passar ao regime semiaberto.

FONTEbahia.ba
COMPARTILHAR

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui