As inscrições para o Programa Universidade Para Todos (UPT) começaram nesta terça-feira (23). Os interessados em uma das 11.505 vagas devem se cadastrar até 2 de maio, exclusivamente pelo Portal da Educação. A lista dos contemplados pelo programa será divulgada no dia 10 de maio, no Portal da Educação.

As aulas devem começar no dia 27 de maio e seguem até o mês de dezembro. O cursinho pré-vestibular é voltado para os seguintes estudantes:

  • Matriculados no 3º ano do ensino médio estadual ou municipal ou modalidades correspondentes;
  • Matriculados, em 2019, no 4º ano da educação profissional integrada ao ensino médio da rede estadual ou municipal;
  • Aqueles que terminaram o ensino médio nas redes estadual ou municipal de ensino da Bahia;
Estudantes do Programa Universidade Para Todos na Bahia — Foto: Suami Dias/Secretaria de Educação da Bahia
Estudantes do Programa Universidade Para Todos na Bahia — Foto: Suami Dias/Secretaria de Educação da Bahia

“O objetivo é preparar o estudante da rede para o Enem, para o vestibular. É a oportunidade para aquele estudante que quer se preparar”, disse a coordenadora do programa, Patrícia Machado.

No momento da inscrição, o candidato deve escolher um município, local e turno que deseja cursar, assim como preencher o formulário de inscrição. A seleção será feita a partir das notas de português e matemática informadas pelos candidatos no ato da inscrição.

O candidato também deve informar o número do CPF e criar uma senha de seis a oito dígitos, que dará origem a um nome de usuário para acesso ao endereço de inscrição. Além de poder fazer alterações sobre a inscrição pelo sistema, o candidato ainda pode tirar dúvidas sobre o processo pelo telefone 0800 285 8000, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h ou pelo email [email protected]

A matrícula esta prevista para ocorrer entre 21 e 24 de maio, no turno e local para o qual o estudante optou cursar, com a apresentação dos documentos expressos no edital, entre eles os documentos pessoais e os históricos escolares do Fundamental II e do Ensino Médio.

Além das aulas, os estudantes têm acesso aos projetos complementares, como seminários, oficinas, simulados, revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e orientação vocacional. Os selecionados receberão camisa e material de estudo.

Para a execução do projeto, serão selecionados pelas universidades parceiras 1.034 estudantes universitários que atuarão como professores/monitores.

Publicidade 3