O trabalho da diretora da Maternidade de Alagoinhas, Monalisa Oliveira, foi selecionado para participar da “Mostra COSEMS Bahia” e leva a experiência de Alagoinhas para apresentação entre os profissionais da área e secretários de saúde dos municípios baianos, no próximo dia 11 de abril.

Intitulado “Tecnologias não farmacológicas na promoção de humanização no cuidado”, o trabalho tem como base as iniciativas adotadas na Maternidade de Alagoinhas, voltadas à recuperação de bebês prematuros, com polvos de crochê e redes terapêuticas, bem como os resultados obtidos com as técnicas adotadas.

“Na Bahia, Alagoinhas é o 2° município do estado a incorporar os polvos de algodão ao trabalho com recém-nascidos. O documento teórico-metodológico foi submetido à aprovação do COSEMS e apresento nesta quinta-feira, em Salvador. Há ainda a fase regional, que será realizada em Fortaleza, e a etapa federal, apenas para os melhores ranqueados. Desde a graduação, tenho essa questão acadêmica, de produzir artigos científicos, trabalhar também com a área teórica e acho que, para conseguirmos implantar novos processos de trabalho, precisamos levar em consideração esses aspectos teóricos. Além disso, conseguir trazer para o COSEMS é uma forma também de levar e projetar o nome de Alagoinhas. Foi a 1ª vez que submetemos um trabalho para aprovação no Conselho”, pontuou Monalisa Oliveira.

O evento será realizado no Centro Administrativo da Bahia, a partir das 8h, e uma banca avaliadora selecionará os 36 melhores trabalhos apresentados, que deverão representar a Bahia na “Mostra Brasil, Aqui tem SUS”, prevista para julho, no XXXV Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, em Brasília.

De acordo com o Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde da Bahia (COSEMS), a finalidade da mostra é difundir conhecimentos e propiciar o compartilhamento de experiências exitosas entre os municípios baianos.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui