Ao longo do mês de março, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) Alagoinhas realizou ações sociais em bairros da cidade contemplados pelo PAC 1, o Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal, como Santa Terezinha, Pirinel, Alagoinhas IV, Praça Kennedy e Novo Horizonte.

As oficinas ofertadas – Mulher Mais, Manicure, Alongamento, Maquiagem e Velas Artesanais – contemplaram diretamente mais de duzentas pessoas, em quase duzentas horas de carga horária e certificados individuais assegurados no final.

“Para a gente que mora aqui há tanto tempo, a experiência foi bem-vinda, porque não é corriqueiro acontecer ações como essas”, contou Maria dos Reis, moradora de Santa Terezinha, em relação à oficina de Manicure.

Maria Rita de Souza, por sua vez, frisou o caráter socializante do Mulher Mais, cujo foco é trabalhar a questão da autoestima feminina, viabilizando o conhecimento e a aproximação entre mulheres que moravam perto uma da outra, mas jamais haviam se falado. “Foi uma motivação para toda tarde ter uma atividade, para mim foi ótimo”, revelou a dona de casa.

“Esse projeto é uma grande inicia”, qualificou Eva Araújo, pedagoga responsável por conduzir o Mulher Mais, dando ênfase à participação intensa das mulheres. “Vejo muito essa questão do SAAE ir além do saneamento, preocupando-se com a qualidade de vida da pessoa que é usuária dessa água”, concluiu.

A assessora de Integração Comunitária, Leila Pires, ressaltou a importância dessas atividades para a sociedade. “A gestão entende que o papel da autarquia vai além dos serviços indispensáveis de água e esgoto, não vendo o indivíduo de maneira fragmentada, mas sim em sua totalidade”, explicou.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui