Treinador venceu apenas três dos 14 jogos que teve no clube (Mauricia da Matta / EC Vitória)
Publicidade 3

O Vitória anunciou na tarde desta segunda-feira (18) a demissão do técnico Marcelo Chamusca após 101 dias ou pouco mais de três meses desde que o treinador foi contratado pelo clube. A gota d’água foi a derrota por 2×0 para o Fluminense de Feira no último domingo (17), que eliminou o clube na fase de grupos do Campeonato Baiano.

Segundo o comunicado oficial do clube, o auxiliar Flávio Tanajura assumirá interinamente o comando da equipe. O Vitória informou que vai em busca de um novo técnico.

O time sob comando de Chamusca acumulou dois vexames. Primeiro, a eliminação na primeira fase da Copa do Brasil para o Moto Club, ao ser derrotado por 2×0 em São Luís. Também saiu do estadual depois de não conseguir ficar entre os quatro melhores colocados da primeira fase. O Leão dependia apenas de si no duelo com o Touro do Sertão.

Com Chamusca, o time venceu apenas três partidas em 14 jogos, com sete empates e quatro derrotas. O Vitória não ganha há nove partidas – o último triunfo foi há mais de um mês, 4×0 sobre o Jequié, rebaixado no Campeonato Baiano.

Chamusca também deixa o clube numa situação difícil na Copa do Nordeste, única competição que restou ao time antes da Série B. O time sequer conseguiu vencer uma partida em seis rodadas: são cinco empates e uma derrota. A equipe está em quinto lugar e enfrenta o ABC fora de casa no sábado (23).

Ao ser rebaixado para a Série B, o time enxergou em Chamusca uma oportunidade de se reconstruir dentro de campo. Soteropolitano, o treinador de 52 anos casava perfeitamente com um perfil de “DNA identificado com o clube” que o time procurava. 

Além disso, ele é um especialista em acessos. Além de subir o Ceará na Série B de 2017, anteriormente Chamusca já tinha  subido o Guarani para a Série B em 2016 e o Salgueiro-PE para a Série C em 2013.

A crise política e financeira que o clube enfrenta contribuíram para que os resultados dentro de campo não viessem. Apesar do Vitória contratar dez jogadores, ninguém se destacou em campo.

FONTECorreio 24h
COMPARTILHAR

Deixe uma resposta