Depois de encerrar o processo de matrícula para novos alunos, no último dia 25 de janeiro, e de recepcionar profissionais da Educação com a Semana Pedagógica 2019, de 4 a 8 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) iniciou, nesta segunda-feira (11), as aulas da rede municipal de ensino.

A Prefeitura segue o calendário da rede pública e as escolas iniciam as atividades com foco na alfabetização. O objetivo, este ano, segundo a SEDUC, é garantir o acesso à educação de qualidade, com a redução da evasão escolar e avanços nos indicadores da Educação Básica no município.

“Em 2019, a acolhida aos professores foi pautada pelo tema ‘Cirandando pelo currículo: saberes e práticas humanizadas’. O que buscamos, enquanto equipe técnica, foi integrar essa rede de educadores que se torna agora multiplicadora de tudo o que foi discutido e planejado na Semana Pedagógica. A nossa intenção é que esses professores recepcionem os alunos e iniciem suas atividades dentro das salas de aula com motivação, entusiasmo pela prática”, pontuou a diretora pedagógica Keite Lima.

Na escola municipal Marco Maciel, o primeiro dia de aula veio cheio de ludicidade para garantir a permanência em sala. Caracterizados como personagens de contos infantis, os professores do 1° ao 5° ano reuniram estudantes para começar as atividades falando de leitura.

“Essa escola tem um IDEB muito baixo e a gente tem o interesse, este ano, em transformar essa unidade em uma escola leitora. A gente tem várias obras, mas, infelizmente, não havíamos tido estratégia suficiente para despertar isso tanto nos alunos quanto nos professores. Este ano, a gente está planejando, junto com a SEDUC, e criamos um programa de leitura. Ele começa agora, a partir de segunda-feira, e vai até o último dia do ano, em dezembro. Hoje, com os professores caracterizados, temos uma tentativa de fazer com que o momento de estudo, de aprendizado, na escola, seja também um momento prazeroso. Então esperamos, com o planejamento, que a Marco Maciel venha realmente a desempenhar o papel que ela deveria, que é a de garantir uma educação de qualidade. A proposta tem sido abraçada por todos os professores e estamos animados, porque sabemos que uma semente está sendo plantada”, afirmou Zilda Azevedo, diretora da unidade.

Para Leila Patrícia dos Santos, que já estudou na escola e agora tem 2 filhos matriculados na mesma unidade, a escola tem proporcionado o desenvolvimento e a alfabetização das crianças. “A preocupação das professoras aqui é com os estudantes. Agora eu confio em deixar meu filho aqui. Porque eu também já estudei nessa escola e, antes, tudo era diferente. Só quem já frequentou antes e está frequentando agora é que vê as melhorias. Eu estudei quando era lá embaixo e era totalmente diferente, então hoje eu digo que isso aqui é uma escola. Sendo amigos dos professores e os professores sendo amigos da gente,entendemos melhor as dificuldades. Temos espaço para opinar e muitas reuniões. Elas cobram da gente e a gente também pode cobrar. Temos uma parceria”, destacou.

O secretário de educação, Tácio Lobo, enfatizou que o vínculo entre alunos, educadores e pais é fundamental para os avanços na Educação Fundamental e nos Anos Iniciais.


Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui