O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) decidiu que irá finalizar o Programa Mais Médicos e substituir por um novo projeto de plano de carreira federal para os profissionais. A informação é da secretária de gestão no trabalho e educação em saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, ao site El País.

A ideia é que o último ciclo de vagas abertas se encerre nesta semana pela pasta. A partir disso, não serão feitos novos editais. Os médicos que atuam pelo programa podem continuar nos postos até o final dos contratos, que têm duração de três anos.

O novo programa que deverá incluir um plano de carreira que torne as regiões de difícil provimento mais atrativas aos profissionais. No entanto, Mayra não deu detalhes sobre como seria esse programa. O pedido de valorização da carreira foi feito pelas entidades médicas.

“Todas as vagas do atual edital foram completadas por brasileiros inscritos. E esse deverá ser o último edital do programa, que será substituído pela carreira federal em áreas de difícil provimento e que está em elaboração”, afirmou Mayra Pinheiro.

Com o encerramento do Mais Médicos, o governo estuda ajuda humanitária por meio do Ministério da Justiça para os cubanos que tiveram contratos finalizados e desejarem permanecer no País.

Publicidade 3

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui