Foto : Matheus Simoni / Metropress
Publicidade 3

Deputado federal, Paulo Azi admitiu, em entrevista à Rádio Metrópole, que o seu partido aderiu ao governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sem conhecer a proposta econômica do chefe do Executivo. 

“Temos nos pautado pelo que tem sido dito pelo ministro da Economia. Ele disse pouco, mas as linhas gerais são aquilo que a gente pensa. Cortar as despesas, diminuir o tamanho, mas a gente não sabe exatamente a proposta, que deve chegar em fevereiro. São temas próximos do que a gente defende”, afirmou. 

O discurso de proximidade de agendas na área econômica era o defendido pelo presidente nacional do partido e prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). Neste fim de semana, porém, o DEM entrou de vez no governo, ao eleger – com apoio dos Bolsonaro – os presidentes da Câmara e do Senado. Além disso, a legenda tem três ministros.

FONTEMetro 1
COMPARTILHAR

Deixe uma resposta