Foto : Carlos Augusto

A Assembleia Legsilativa da Bahia (AL-BA) deve votar hoje (17) uma série de projetos. Entre eles está a polêmica alteração nas gratificações pagas a professores. 

A matéria exclui do Estatuto do Magistério Público do Ensino Fundamental e Médio do Estado da Bahia as gratificações de 5% a 10% para cursos com duração inferior a 360 horas e também reduz o benefício ofertado a profissionais com mestrado (de 20% para 15%) e doutorado (de 25% para 20%).

A Casa deve votar a Proposta de Emenda Constitucional do teto salarial, que limita os pagamentos de salários ao valor recebido por Rui Costa (PT) e mudanças na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) deste ano.

Com isso, os deputados estarão liberados para entrar em recesso de fim de ano.

FONTEMetro 1
COMPARTILHAR

Deixe uma resposta