Publicidade 3

Os motoristas de Salvador que foram abastecer os veículos nesta semana perceberam um aumento no preço do combustível em alguns postos da cidade.

Houve um reajuste de até R$ 0,52 no preço do litro da gasolina na capital baiana, em relação a novembro, quando a gasolina era vendida a R$ 3,98. Nos postos visitados pela reportagem da TV Bahia, o motorista paga até R$ 4,48 pelo litro do combustível.

De acordo com o Sindicombustíveis, a alta do preço se deu pela valorização do barril do petróleo no mercado internacional, que passou de U$ 58 dólares, em novembro, para U$ 78, na primeira semana de dezembro.

“Hoje a gente está com o barril de petróleo no mercado internacional sendo cotado a U$ 79 dólares, e o dólar no mercado interno bateu R$ 3,92. Como a precificação dos refinados é em cima desses dois componentes, é evidente que esse viés de baixa foi interrompido”, disse Marcelo Travassos, Secretário Executivo do Sindicombustíveis.

Com esse aumento, é importante que o consumidor fique de olho na mudança de preço e denuncie possíveis inrregularidades.

“Essa flutuação é fruto da opção do governo federal de vincular o preço do combustível com o preço do dólar. Variando um, iria variar o outro. A abusividade ocorre quando o preço é aumentado sem que haja uma justificativa plausível. Se for abusividade, o Procon pode incidir. A orientação é que, na dúvida, [o consumidor] preste a denúncia ao Procon para que nós possamos verificar e com isso cobrar a regularidade no mercado”, relatou Felipe Vieira, Superintendente do Procon.

Em outubro, o preço da gasolina começou a cair nas refinarias, e a última redução foi no dia 30 de novembro, quando o combustível era vendido aos postos pelo valor R$ 1,57. Desde então, a gasolina subiu cerca de 7%, saindo das refinarias a R$ 1,61.

FONTEG1
COMPARTILHAR

Comentários

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui