Publicidade 2

O governador Rui Costa (PT) voltou atrás na promessa de não liberar mais recursos para o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) e suplementou a Corte. O despacho foi publicado hoje (28) no Diário Oficial da Bahia.

De acordo com o texto, Rui liberou mais de R$ 12 milhões para o TJ. “Considero de interesse público a despesa decorrente da suplementação solicitada neste processo”, afirma o despacho.

Além do TJ-BA, receberam mais verbas diversas secretarias e o Ministério Público da Bahia. Na semana passada, Rui foi enfático ao dizer que não tinha como liberar dinheiro e disse que as contas estavam em “situação dramática”.

“Eu não tenho recurso para suplementar. Já avisei aos Poderes. A situação é dramática. Espero que cada poder dê sua contribuição. Cada um e cada gestor de cada poder tem que fazer o seu papel. Não teremos condição de fazer suplementação. Por ser o último ano [de mandato], tenho que cumprir uma série de índices. As contas que já estavam difíceis, ficaram ainda mais”.

Outro poder que aguarda mais verbas é a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). A direção do Palácio Luís Eduardo Magalhães quer, pelo menos, R$ 80 milhões para fechar as contas.

Deixe uma resposta