Publicidade 2

“As próprias escolas apresentaram suas vivências a partir da prática em sala de aula, colocando os desafios, os avanços com alunos, as dinâmicas realizadas. Foi uma ação coletiva. Algumas unidades falaram sobre as sessões simultâneas de leitura, que envolveram toda a comunidade do entorno da escola. Tivemos também os sussurros poéticos, práticas de leitura elaboradas através de um sussurrador, feito a partir do material que se tem na escola. Com o sussurador, um estudante lia, ou melhor, sussurrava o conteúdo para o outro. Isso promoveu um desenvolvimento significativo das crianças, principalmente nos anos iniciais. Mais uma ação que trouxe efetividade foi a formação leitora para o professor, que se torna multiplicador e leva leituras literárias diversas para a escola. Então são atividades múltiplas, resultados, diagnósticos e experiências compartilhadas que contribuem para as reflexões entre professores, coordenadores, diretores, equipe técnica e equipe escolar”, pontuou Marivalda Carneiro de Almeida, coordenadora dos anos iniciais da SEDUC.

A partir dos desdobramentos do Seminário Didático, o professor Luiz Veiga, da Escola Nova Brasília, deve representar Alagoinhas no Encontro Territorial, com explanações sobre “Investimento na alfabetização inicial”.

“O professor emocionou a todos durante a apresentação e enfatizou três aspectos principais na busca por resultados efetivos: o compromisso, a parceria e o acreditar nas crianças da escola. É com esse tema que ele vai representar a rede municipal no Encontro do Território”, revelou Marivalda Carneiro.

A Secretaria Municipal de Educação informou que todos os professores, da Educação Infantil ao 5º ano, que fazem parte da rede, participaram do Seminário. A SEDUC enfatizou que esse tipo de iniciativa gera resultados positivos não apenas no sentido do ganho educacional e na metodologia, mas representa o desenvolvimento do ensino e da aprendizagem, que têm sido foco e prioridade da Administração Municipal.

O próximo evento da parceria com BSC Copener e ICEP deve acontecer no dia 11 de dezembro, no auditório do IF Baiano, com a participação de 7 municípios integrantes do programa no Seminário Territorial.

Sobre o ICEP
O Instituto Chapada de Educação e Pesquisa (ICEP) é uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo melhorar a aprendizagem de alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental a partir da formação continuada aliada à mobilização social em territórios colaborativos, com o compartilhamento do conhecimento e o incentivo à participação no debate político da Educação.

A parceria entre o Instituto e a Prefeitura de Alagoinhas foi firmada em 2017, quando o ICEP e a SEDUC aplicaram provas de diagnóstico de leitura, escrita e produção textual a alunos do 1º ao 5º ano da rede municipal de ensino.

Deixe uma resposta