Publicidade 2

Em comemoração aos 15 anos do maior programa de transferência de renda do mundo, a Prefeitura de Alagoinhas, por intermédio da Secretaria de Assistência Social (SEMAS) iniciou, neste domingo (25), a primeira ação, de uma série de 3 eventos assistenciais para celebrar a data.

Com atendimento médico, jurídico e socioassistencial voltados às famílias beneficiadas pelo programa, a SEMAS, em parceria com a Ouvidoria Municipal, organizou estandes da prefeitura e de parceiros da iniciativa privada em uma estrutura montada na creche Santo Antônio para receber a comunidade.

No local, foram realizadas consultas com optometrista, aferição de pressão e glicemia, orientações nutricionais, atualizações do cadastro do Bolsa Família e dinâmicas com espaço de lazer para crianças.

“Minha família toda nasceu aqui nesse bairro e meus filhos foram criados aqui nessa creche. Não tenho nem palavras, porque é muito bonito, para nós, que somos moradores, acordar e ver uma coisa tão linda dessas. Tenho muito orgulho de entrar aqui nesse local, que acolheu meus filhos, minha filha, que hoje está empregada. É muito importante”, revelou, emocionada, Dona Maria de Lourdes, de 73 anos.

Edna Rita de Jesus, que nasceu e passou a infância toda no bairro, também avaliou positivamente a ação. “Meu neto já passou pelos brinquedos, fui ali com o dentista e tirei uma dúvida, vou passar ali pelo médico. Eu amei. Tem muitas pessoas que não vão para comércio. Aqui é perto, já resolve o bolsa, tira as dúvidas. Espero que aconteça mais vezes”, comentou durante o evento deste domingo.

No total, cerca de 22 mil crianças são beneficiadas pelo Bolsa Família em Alagoinhas. Para o secretário municipal de assistência social, Alfredinho Menezes, é preciso reconhecer a importância das políticas sociais inclusivas. “É muita gente na cidade que precisa e depende do Bolsa Família. Ficamos felizes e tristes ao mesmo tempo, porque a gente precisa que essas pessoas saiam do grau de vulnerabilidade em que estão e alcancem o mercado de trabalho. Por isso, fazemos a inserção no Bolsa e também o acompanhamento, com orientações dos profissionais da SEMAS. Ao mesmo tempo, temos consciência de que o programa tem efeitos diretos de melhorias alimentares e permanência na escola. A intenção, obviamente, é que essas pessoas cheguem a condições de não depender mais do Bolsa Família, e é com foco em promover uma assistência social que fomente a geração de emprego e renda, trazendo resultados efetivos para a população, que temos trabalhado diuturnamente”, ressaltou.

Segundo o gestor da pasta, 2 outras ações estão previstas para os próximos finais de semana: na Praça da Brasilinha e no bairro de Alagoinhas Velha. Os serviços serão oferecidos gratuitamente à população.

Deixe uma resposta