Publicidade 2
Fotos: Divulgação

Estudantes da rede estadual de ensino participaram das etapas territoriais dos projetos de arte e cultura, nesta sexta-feira (23), nos Núcleos Territoriais de Educação de Bom Jesus da Lapa (NTE 02) e Alagoinhas (NTE 18). Com o engajamento de professores, gestores e comunidade escolar, os alunos apresentaram as produções culturais de música, poesia, dança, artes plásticas e vídeos desenvolvidos durante ano letivo.

O estudante Renan Reis, 18 anos, do curso técnico de nível médio em Agricultura, do Centro Estadual de Educação Profissional Águas, em Barra (NTE 02), destacou a importância da atividade para a promoção da cultura e formação dos alunos. “É um aprendizado diferenciado em que podemos trabalhar com a produção cultural como forma de aprendizado e conhecimento. Com o vídeo ‘Colorindo a Natureza’, estamos participando do projeto Produções Visuais Estudantis (PROVE) para mostrar a importância da preservação da natureza como parte fundamental do bem estar dos seres vivos”, destacou.

A estudante Suelia Tereza, 15, do Colégio Estadual Grandes Mestres Brasileiros, em Matina (NTE 02), contou sobre a música que apresentou durante a etapa do Festival Anual da Canção Estudantil (FACE). “Apresentei a canção ‘Ser Feliz’, de minha autoria, que tem uma veia romântica. Com a música, eu quis passar uma sensação que inspire um sentimento positivo. Apesar de não tocar um instrumento, consegui compor uma letra e melodia que acredito que todos gostaram”, disse.

Já a estudante Bruna Bispo, 18, do Colégio Estadual Doutor Luiz Viana Filho, em Catu (NTE 18), a cultura dá a possibilidade de conscientizar as pessoas. “A minha poesia que apresentei no Tempo de Artes Literárias (TAL), chamada ‘Mandando a Real’, tenta desmistificar preconceitos com a mulher negra. É importante a escola incentivar a produção cultural, pois podemos falar de nossa realidade e senso crítico sobre assuntos que achamos importantes”, afirmou.

Nas artes plásticas, o estudante Ramón Matos, 22, do Colégio Estadual Professor Carlos Santana, em Itanagra (NTE 18), falou sobre a valorização da mulher. “Com o quadro ‘Quatro Estações’ quis valorizar a mulher nos seus vários aspectos e belezas, por isso fiz quatro rostos de mulheres representando as estações do ano,” contou o aluno, que ainda completou: “As escolas possuem muitos talentos, então espero que essas iniciativas de incentivo à cultura durem por muito tempo e atraiam muitos estudantes”, concluiu.

Deixe uma resposta