Publicidade 2

Com o sorteio de dez novos ganhadores na noite desta quarta-feira (21), dos quais oito de Salvador e dois de Feira de Santana, chegou a 101 o número de baianos contemplados pela campanha Nota Premiada Bahia, do Governo do Estado. Os vencedores de novembro moram nos bairros de Humildes e Calumbi, em Feira, e, na capital, em Cosme de Farias, Alto do Cabrito, Nordeste de Amaralina, Chame-Chame, Barra Avenida, Jardim Apipema, Piatã e Praia Grande.  Cada contemplado vai receber R$ 100 mil.

Os nomes de todos os sorteados podem ser conferidos no www.notapremiadabahia.ba.gov.br, junto com parte da numeração do CPF. Os ganhadores de novembro são Flávio Oliveira Rodrigues, Dandara Leal da Luz, Renata Alves Nascimento, Cailane Cardoso do Nascimento, Alexandro Ferreira dos Santos, Aida Maria Lemos Andrade Borba, Geruza Maria Carneiro Morais da Cunha, Sílvia Santanna Farias, João Augusto da Exaltação Torres e Larissa Souza de Jesus.

Desde fevereiro, quando foi lançada, a campanha realizou dez sorteios mensais, cada qual com dez prêmios regulares de R$ 100 mil, e ainda um sorteio especial de R$ 1 milhão, em junho. De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), responsável pela campanha, são, atualmente, cerca de 387 mil participantes inscritos. Além de estar cadastrado no site, é preciso incluir o CPF nas compras realizadas em estabelecimentos que emitem a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Loteria Federal

Todas as premiações têm como base os resultados da Loteria Federal. Os números dos bilhetes com os quais os participantes concorrem aos sorteios são divulgados com antecedência no site. Para acompanhar todo o processo, basta acessar a página, fazer o login e, no menu “Minha Conta”, escolher a opção “Bilhetes”. A busca pode ser filtrada pelo período de emissão da nota fiscal.

Os participantes também compartilham suas notas fiscais eletrônicas com 694 instituições beneficentes apoiadas pelo programa Sua Nota é um Show de Solidariedade: quem se cadastra para concorrer aos sorteios deve indicar até duas instituições, uma da área de saúde e outra da área social.

Deixe uma resposta