TRE-BA multa partido de Isidorio em R$ 42 mil por irregularidades no fundo partidário

Publicidade 2
Reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) ordenou que o partido Avante, presidido na Bahia pelo deputado federal eleito Pastor Sargento Isidorio, pague multa de R$ 42.368,68 por causa de irregularidades no fundo partidário.

Em decisão, o juiz eleitoral Freddy Carvalho Pitta Lima deu 15 dias para que o diretório da sigla na Bahia recolha o valor ao Tesouro Nacional, “referente aos recursos de origem não identificada, em face das irregularidades relativas à comprovação dos gastos com recursos do fundo partidário”.

Apesar de Isidorio ser presidente do partido atualmente, a condenação se refere ao período entre 2014 e 2016, quando o Avante ainda se chamava PTdoB – em setembro do ano passado, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou a troca de nome.

Entre os responsáveis pelo partido na época, citados na intimação de pagamento feita pelo TRE-BA, estão a presidente entre outubro de 2014 e março de 2016, Quissia Gramacho Amorim, e o presidente entre julho e dezembro de 2016, Antonio Olivio de Oliveira.

PROS TAMBÉM RECEBE MULTA
Outro partido também condenado a pagar multa por irregularidades no fundo partidário foi o Pros. Em decisão, o juiz Diego Luiz Lima de Castro, ordenou que, em dentro de 15 dias, o partido recolha R$ 241,31 por causa de utilização de recursos de origem não identificada. Na época das irregularidades, o presidente do partido era Fabrício Figueiredo, que concorreu a deputado federal pelo PDT nas eleições deste ano.

Fonte: BN

Deixe uma resposta