Publicidade 2

No mês que marca a luta diária do povo negro e traz a representação negra no Brasil, a Secretaria de Assistência Social(SEMAS), representada pela Diretoria de Reparação e com apoio do Conselho Municipal de Desenvolvimento da Comunidade Negra Afrodescendente preparou uma série atividades que seguirão até o dia 30.

Dando seguimento a essa programação, em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) – BA, foi realizada, nesta segunda -feira (12), uma ação na Câmara de Vereadores,  a fim de apresentar o Projeto Quem Ama Abraça, iniciativa que consiste em levar um alerta às escolas sobre à violência contra as mulheres e capacitar professores a fazerem um trabalho didático de desconstrução de preconceitos e estereótipos em relação às meninas e mulheres.

Realizada para uma plateia de alunos e professores dos colégios municipais Dr. Jairo Azi , do Riacho da Guia, Miguel Santos Fontes, de Boa União  e do Colégio Municipal de Alagoinhas(CMA), a apresentação do projeto ficou por conta das coordenadoras de Autonomia e Enfrentamento da Violência à Mulher da SPM, Kátia Santos e Rosa Bastos.”Sabemos que o que empodera as comunidades quilombolas e as mulheres negras é o  conhecimento e esse é um evento que traz essas reflexões sobre a história dos nossos ancestrais, sobre a força da mulher negra e ficamos muito felizes com a oportunidade”, disse Kátia Santos.

” Esta é a primeira vez que a data 20 de novembro terá um mês inteiro de celebração, e minha presença hoje aqui é de agradecimento e à presença da SPM e à diretoria de Reparação e ao Conselho afrodescendente pelo trabalho diário e incansável”, afirmou o secretário de Assistência Social, Alfredo Menezes, presente no evento.

O encontro foi encerrado com  uma apresentação do grupo de Dança, Dance is Life, composto por jovens do bairro do Miguel Velho, onde também está localizada uma comunidade quilombola.

Confira a programação completa:https://goo.gl/rgj5we

Deixe uma resposta