Com rabecão quebrado, funerárias continuam removendo corpos rm Alagoinhas

Publicidade 2
Foto: Divulgação

Segundo o site Luciano Reis Notícias, o rabecão do Departamento de Polícia Técnica (DPT) do município de Alagoinhas (BA), que também atende a 28 cidades, está quebrado a cerca de quatro meses, e os corpos estão sendo removidos por funerárias particulares.

Segundo informações de um funcionário do IML que preferiu não se identificar, o motor do rabecão bateu e não há previsão de quando a situação seja resolvida, uma vez que o valor do serviço está avaliado em torno de R$ 25 mil. “Como a gente atende em 28 cidades, e o carro roda muito por estradas secundárias, o motor não resistiu.

Estamos aguardando a situação ser resolvida. As vezes estamos sendo socorridos com um rabecão emprestado do município de Santo Amaro. Mas enquanto isso a gente pede auxílio das funerárias, com a presença de um perito que se desloca para o local. O processo de remoção é o mesmo, só muda o carro, destacou em conversa com o site Luciano Reis Notícias.

 

Fonte: Luciano Reis notícias

Deixe uma resposta