Expo Alagoinhas: Edição 2018 registra recorde de animais

Publicidade 2


Umas das principais vitrines do agronegócio no estado, entre os dias 1º e 4 de novembro, a 21º Expo Alagoinhas reuniu produtores, criadores e fornecedores de diversos seguimentos no Parque de Exposições Miguel Fontes, registrando um recorde de animais, com exposição de 222 cabeças da raça Girolando, 105 campolinas, 220 caprinos e ovinos e 145 nelores.

Raça genuinamente brasileira e responsável por 80% da produção leiteira do Brasil, o destaque foi para a raça Girolando, com 165 animais julgados, o que tornou a a Expo Alagoinhas a maior em gado Girolando do estado, superando a FENAGRO.

Com uma estrutura projetada para aproximar os visitantes da vida no campo e uma programação diversificada, a EXPO contou com a participação de 89 expositores(30% maior do que no ano passado) e agregou a realização de três leilões (Girolando/Gir Leiteiro, Campolina e Nelore), atrações culturais, torneios leiteiros, provas desportivas, julgamento de raças com classificatória para o ranking nacional, minicurso minicurso de fabricação caseira de queijos, iogurte e requeijão, palestras sobre Piscicultura, Feira da Agricultura Familiar, Casa de Farinha para visitação, visitas guiadas para 500 alunos da rede municipal, área de lazer infantil com montaria e atividades culturais como samba-de-roda.

O evento é realizado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Agricultura, e conta com apoio do Banco do Brasil, da BSC Copener e do Governo do estado, através da Secretaria de Agricultura.

“Participei de todas as edições da  Expo de Alagoinhas, não só como criador, mas também como comprador. A Bahia é hoje uma referência nacional pelo numero de animais e pelos ganhadores, ocupando o segundo lugar como produtor. Dos dez maiores campeões da raça no país, seis são baianos e a campeã nacional é de Alagoinhas”, explica Joan Alves Araújo, que é membro da Associação Nacional de  Cavalos Campolina. “Com a produção na região Alagoinhas conseguimos abastecer todos os criadores, incluindo os de outros estados que vêm para prestigiar boas matrizes. E nesse contexto,  o mangalarga marchador também está voltando a participar, ampliando a sua visibilidade”, acrescenta.

Fábio Brito é campeão do concurso de melhor expositor de caprinos Boer do estado e pela segunda vez, participa da Expo Alagoinhas.Ele elogiou a organização do evento e destacou a exposição como vital para a apresentação ao público do trabalho genético que é realizado na Bahia. ” Localização geográfica da cidade, pessoas com poder aquisitivo investindo, varios criadores e apoio da gestão torna esta uma das melhores exposições da Bahia. Temos o objetivo maior fomentar a criação na região, esta crescendo bastante , tem muita demanda e as vendas nesta edição superaram as expectativas”, afirmou.

Os negócios são realizados durante e depois . “É a nossa primeira vez na Expo, mostrando e demonstrando nossos produtos e é assim que surgem vendas durante e pós a Feira”, conta a supervisora de vendas de produtos derivados de leite de cabra, Luíza Santos, que veio de Aracaju e ocupou um dos 20 stands disponibilizados no evento.

“Desde o ano passado quando assumimos a realização do evento, o parque vem sendo preparado com a construção de equipamentos extras que permitem a realização de diversos leilões e julgamentos ao mesmo tempo. Esse cuidado com o Parque de Exposições, associado à excelente qualidade da produção que só faz crescer a cada ano na região e em todo o estado, tem atraído  criadores e compradores, resultando no sucesso que tivemos nesta edição  e na perspectivas de crescimento para as próximas, afirmou o prefeito Joaquim Neto.

Deixe uma resposta