“Só surpreendeu quem não prestou atenção”, diz Joseildo sobre Moro no Ministério da Justiça

Publicidade 2

Líder da Bancada do Partido dos Trabalhadores na ALBA, o deputado estadual Joseildo Ramos comentou na manhã desta quinta-feira (01) a aceitação do juiz Sergio Moro para assumir o Ministério da Justiça no Governo Bolsonaro.

Para o parlamentar, não há “surpresas” na escolha anunciada pelo futuro presidente, que já havia antecipado o convite durante a campanha eleitoral. “Moro condenou Lula sem provas e saiu das férias em um salto para impedir a soltura de um preso político. Foi debaixo dos seus olhos também que ‘vazaram’ a delação de Palocci. Ninguém, em pleno gozo de suas faculdades mentais, pode dizer que isso é uma coincidência. Para mim, só ficou surpreso quem não prestou atenção”, disse.

Além de comentar a decisão do juiz de primeira instância, o líder também arriscou previsões sobre os possíveis efeitos da condução do Ministério por Moro. “Quando não estamos vigilantes, o passado pode voltar e nos tornar reféns. Não é difícil imaginar que agora, com a finalização dessa negociação de um superministério com Moro, surja uma espécie de Gestapo tupiniquim a serviço de um governo Bolsonarista”, afirmou o parlamentar, fazendo referência à polícia política alemã do Partido nazista.

 

Deputado Estadual Joseildo Ramos (PT)
Líder da Bancada do Partido dos Trabalhadores na ALBA

Deixe uma resposta