Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde participam de Simpósio de Medicina do Tráfego

Publicidade 2


Com foco na prevenção, na redução do número de vítimas e no atendimento prestado pelo Serviço de Urgência, profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SESAU) participaram, esta semana, do 1º Simpósio de Medicina do Tráfego promovido pela Universidade Aberta do SUS (UNASUS), através da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em parceria com a Faculdade Santo Antônio, em Alagoinhas.

A coordenadora regional do SAMU, Silvia Telles, e o diretor de planejamento da Secretaria Municipal de Saúde, Edlam de Souza Santos, destacaram a importância de se discutir medicina do tráfego para reduzir o número de incidentes e também falaram sobre o atendimento prestado às vítimas. “Foram abordadas questões sobre acidentes, ações de prevenção, atendimento voltado às vítimas, e a principal proposta foi conscientizar, compartilhar conhecimento, visando sempre à redução do número de situações que podem ser evitadas”, pontuou Edlam de Souza Santos.

O diretor de planejamento explanou aos participantes sobre o papel da enfermagem no 1º atendimento às vítimas de acidentes de trânsito e, poucos dias após a inauguração da nova base do SAMU, a coordenadora regional do serviço enfatizou a atuação dos profissionais no socorro prestado à população.

O procurador jurídico da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito, Hilton Ribeiro, também foi um dos facilitadores convidados e contribuiu para apresentar informações quanto ao Código de Trânsito e à mudança de hábitos e atitudes que podem preservar vidas durante o deslocamento no tráfego.

A SESAU informou que é de interesse do setor manter os profissionais atuantes em todas as esferas, sobretudo quando o assunto é a conscientização para reduzir situações de risco e diminuir o número de vítimas. A secretaria também ressaltou que, operando em nova sede que atende às necessidades dos profissionais, o SAMU funciona ininterruptamente, com profissionais totalmente equipados para o atendimento ao cidadão. A chamada de urgência pode ser feita gratuitamente através do 192.

Deixe uma resposta