Sinpa denuncia ação autoritária a suspensão das férias dos servidores sem comunicado prévio

Publicidade 2


O Sindicitato dos Servidores Públicos de Alagoinhas – Sinpa, através da diretora Sandra Margarida, emitiu uma gravação de áudio nas redes sociais, onde denuncia um ato que chamou de arbitrário, a suspensão das férias dos servidores que estavam agendadas para os próximos meses.

Ela procurou a Controladora geral do município, que confirmou a medida, alegando que o município tem uma série de dificuldades financeiras. E, segundo Sandra, não apenas as férias estão suspensas, mas as horas extras e as contratações também.

Sandra sugeriu a diminuição dos cargos comissionados, mas não teve seu pleito atendido. Há um inchaço na máquina administrativa, onde centenas de cargos consomem grande parte dos recursos arrecadados.

O Sinpa denuncia também que não apenas esse sindicato não fora comunicado, mas o Sindacs, que representa os agentes comunitários, além de outros sindicatos que representam outras classes dentro da administração.

Como forma de garantir os direitos assegurados, o Sinpa solicitou ao Ministério Público a intermediação, para que os direitos dos servidores em usufruir de suas férias sejam garantidos.

Ao longo do dia nossa reportagem tentou falar com o prefeito Joaquim Neto, que não atendeu, bem como com o secretário de Governo e Comunicação, Gustavo Carmo, que também não atendeu às nossas ligações.

 

Vanderley Soares

Deixe uma resposta