Segurança pública é discutida em debate promovido pelo MP

Publicidade 2
O Ministério Público estadual promoveu na última sexta-feira, dia 19, o ‘XIII Ciclo de Debates em Segurança Pública e Defesa Social’ com o tema ‘Questões Fundamentais da Segurança Pública’. Realizado pelos Centros de Apoio Operacional de Segurança Pública e Defesa Social (Ceosp) e de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) do MP, o evento visou o intercâmbio do conhecimento e incentivo à articulação dos órgãos responsáveis pela segurança pública.
A abertura do evento foi realizada pela procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado e contou com a participação do coordenador do Ceosp, o procurador de Justiça Geder Luiz Gomes; do coordenador do Ceaf, o promotor de Justiça José Renato Mattos; da ouvidora-geral do MP, a procuradora de Justiça Cleusa Boyda e da professora Ivone Freire Costa, coordenadora do Mestrado Profissional em Segurança Pública, Justiça e Cidadania da Universidade Federal da Bahia (UFBA).
“Esse ciclo de debates proporciona mais uma oportunidade de ampliar nosso conhecimento, além de ser um importante elemento motivador para todos que atuam na área. Nos traz reflexão e faz com que estejamos aqui reunidos pensando sobre o mesmo tema, ainda que de forma diferente, para uma atuação melhor para a nossa sociedade”, destacou Ediene Lousado.
O evento contou com seis palestras, cada uma seguida por um debate. Representante do Consulado Geral Britânico do Rio de Janeiro, Felipe Medeiros, abriu o ciclo de debates abordando o sistema de videomonitoramento em Londres, mostrando como o sistema se desenvolveu, aspectos jurídicos, a aceitação pública e os resultados observados na prevenção e elucidação de crimes.
“As câmeras se desenvolveram no início dos anos 1970, e nos anos 1980 elas passaram a ser utilizadas para monitorar o patrimônio público. Após o assassinato de James Bulger, de dois anos , se levantou um debate sobre o uso das câmeras para efeito de segurança pública, na prevenção e na elucidação de crimes. Assim o potencial do videomonitoramento foi percebido pela sociedade. Hoje, temos três forças policiais operando uma série de sistemas de câmeras na cidade”, explicou o palestrante.
Além dele, falaram no evento o secretário Municipal de Segurança Pública de Pelotas (RS), Aldo Ferreira, sobre as atuação dos municípios na segurança pública, e o promotor de Justiça José Dutra, a respeito do Projeto Extramuros, que discute a preparação do encarcerado para o retorno social.
No turno da tarde, a consultora do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), Izabella Pimenta, abordou os modelos de gestão em políticas penais. O professor da Universidade de São Paulo (USP), Sérgio Shecaira, tratou da relação entre as drogas e a segurança pública e o professor da Universidade Salvador (Unifacs), José Euclimar Dias, encerrou a programação de palestras abordando ‘O Estatuto da Punição em Focault’.
Fotos: Guilherme Weber
Cecom/MP 

Deixe uma resposta