Força-tarefa é montada para minimizar os danos causados pelas fortes chuvas em Alagoinhas

Publicidade 2

A Prefeitura de Alagoinhas intensificou, na manhã deste domingo (21), o trabalho das equipes para minimizar os transtornos causados pela chuva. Em uma ação integrada, profissionais da Secretaria de Infraestrutura, da Secretaria de Serviços Públicos e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) foram a campo para a recuperação de pontos emergenciais.

Estão sendo executadas operações na região da Cavada, no Silva Jardim, em Nova Esperança, no Inocoop I, em Mãe Cirila e no Parque da Jaqueira. No momento, as equipes operam com retroescavadeiras e caminhões nos locais mais afetados para minimizar os danos causados pela chuva intensa e concentrada, sobretudo nas áreas que tradicionalmente registram situações de alagamento.

A Secretaria de Infraestrutura informou que um trabalho sistemático tem sido realizado e ressaltou que está monitorando, desde a madrugada, os pontos críticos.

Até as 11h deste domingo (21), o município registrou 60mm de volume de chuva, superando, em algumas horas, a média pluviométrica prevista para o mês de outubro inteiro.

Mobilizados para regularizar os estragos provocados pela intensidade da chuva, os profissionais da Prefeitura continuam nas localidades com maquinário e sugador.

A Secretaria de Assistência Social informou que os agentes da pasta também estão nas ruas avaliando a situação das famílias que tiveram as casas invadidas pela água para prestar o devido atendimento. “Já passamos pelo Novo Horizonte, pela Vila Marçal, pela Rua Chico Mendes, pela Baixa da Areia e pela região do Marechal, onde não há uma situação de calamidade, embora os pontos tenham registrado intercorrências devido à chuva. Estaremos agora na Cavada, no Silva Jardim e em Nova Esperança. A SEMAS está de prontidão e estamos atuando para garantir a assistência à população”, afirmou Alfredinho Menezes, secretário municipal de Assistência Social.

As equipes de obras informaram que, tendo em vista o histórico de ocorrências no período chuvoso e o caráter de urgência para sanar definitivamente os problemas causados pela chuva, foi empenho da gestão buscar investimentos para as obras das Poligonais, já iniciadas pelo governo.

No total, serão gastos quase R$ 6 milhões de reais no Sistema de Macrodrenagem das Poligonais, que visa justamente à prevenção de alagamentos e deve contemplar, entre outros trechos, as ruas Conselheiro Dantas, Paulo Afonso, Areia Branca, Parque da Jaqueira e Rua dos Artistas, sem contar a Avenida Rio Branco, a Rua Dantas Bião e o Parque Regente. O prazo para execução é de 12 meses.

A Secretaria de Infraestrutura comunicou ainda que, entendendo os problemas crônicos de alagamento em pontos específicos, a Administração Pública também já abriu o processo licitatório para a macrodrenagem da Cavada e prevê um investimento de mais de R$ 8 milhões para a resolutividade efetiva do problema que se estende desde as gestões anteriores.

Dentro das medidas emergenciais e com as equipes em campo, após a chuva deste final de semana, Alagoinhas permanece em alerta. A previsão, de acordo com o Portal Clima Tempo, é de que o município continue registrando chuva para os próximos dias. A fim de solucionar imediatamente os danos causados, a força-tarefa da Prefeitura segue fazendo a recomposição dos locais afetados.

Para demandas emergenciais, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto informou que o contato pode ser feito através do número 0800 702 7065.

Deixe uma resposta