Vereador e comparsa que jogaram ácido em vendedora são condenados

Publicidade 2
Foto: Aldo Matos | Acorda Cidade

Foram condenados a mais de 10 anos de prisão o vereador de São Sebastião do Passé Roberto das Neves, de 50 anos, e Edson Eduardo Sales Guimarães, acusados de jogar ácido na vendedora de lanches Maria José de Oliveira Souza, que atuava na Feiraguay, em Feira de Santana (a 109 km de Salvador). A pena foi anunciada durante julgamento nesta quinta-feira, 18, no Fórum Desembargador Filinto Bastos, em Feira.

O vereador é apontado como mandante do crime – ocorrido no dia 30 de maio de 2017 – e foi condenado a 11 anos de reclusão em regime fechado. Já Edson Eduardo, responsável por jogar o ácido na vítima, deve cumprir pena de 10 anos e 4 meses, também em regime fechado.

Segundo a denúncia, Maria José era cunhada do Roberto, que a culpava pelo fim do seu relacionamento com a irmã da vítima, Noemi de Oliveira Souza. De acordo com a investigação, Roberto ligou para Noemi 15 dias antes do crime e disse que sonhou com ela em um hospital, com o corpo cheio de queimaduras. Além disto, Noemi recebia cartas com ameaças de que ela seria atingida por ácido.

Segundo informações do site Acorda Cidade, os dois acusados já cumprem pena há mais de um ano, no Conjunto Penal de Feira de Santana. O júri durou mais de 10 horas e a decisão foi aplicada pela juíza Márcia Simões.

Fonte: A Tarde

Deixe uma resposta