Para 11% da população, direitos como o porte de armas são prioridade para próximo governo

Publicidade 2

Para 69% dos brasileiros, melhorias em serviços públicos como no sistema de saúde e educação, devem ser prioridades imediatas do próximo presidente do Brasil, que assume em 2019. 

Já para 11% das pessoas, a prioridade do novo governo deveria ser na revisão de direitos civis, como a flexibilização do porte de armas e a redução da maioridade penal. Temas ligados a economia deveriam ser a prioridade para 17% da população. 

Os dados são da pesquisa XP Investimentos que mostrou o candidato Jair Bolsonaro (PSL) liderando a corrida presidencial (veja aqui). A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (BR-05349/2018), ouviu 2 mil pessoas e tem margem de erro de 2,2%. 

por Lucas Arraz

Deixe uma resposta