Deputado Federal Paulo Azi confirma rompimento com o prefeito Joaquim Neto

Publicidade 2

Em entrevista ao Portal Gazeta dos Municípios, o deputado federal reeleito Paulo Azi (DEM) confirmou a retirada de seu grupo e seu apoio à administração do prefeito Joaquim Neto, que, segundo especulações em Salvador, deve se filiar ao PSD, partido governado por Otto Alencar, amigo pessoal. As especulações já corriam nos bastidores da eleição, mas não se confirmavam.

Alguns episódios foram marcantes, dentre eles uma possível arte em uma gráfica de Sátiro Dias, ex-reduto eleitoral de Joaquim Neto, em favor de um outro candidato, e seu apoio indireto ao deputado Aderbal Caldas.

Mas ficou evidenciado após a abertura das urnas, onde Paulo Azi esperava uma votação maior do que a obtida na última eleição, mas perdeu até para o deputado Isidório, do AVANTE, além da votação pífia obtida por outro pupilo do prefeito, Geraldo Melo, que fez parte do Governo desde o início e ocupou dois cargos importantes.

Com o rompimento do grupo, a primeira a ser exonerada e cuja publicação do ato já consta do Diário Oficial de hoje (9), é Jaldice Nunes, a “estourada”, do cargo de sub-secretária de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente. E por tabela, seu filho, Luan Nunes, deve deixar o Governo também.

Segundo Paulo Azi, a atitude de demitir a “estourada” sem uma comunicação prévia a ele foi um ato de desrespeito ao grupo. E, além de Jaldice, deixam os cargos amanhã Fabricio Faro(Educação), Jean Ander (Administração), Harnoldo Azi (Serviços Públicos) e Marco Antunes (Governo).

A redação não conseguiu contatos com os vereadores do DEM que dão sustentação ao Governo Municipal, mas informações dão conta de que os vereadores Jorge da Farinha, Juracy Nascimento e Luciano Almeida já estão entregando seus cargos e anunciarão em breve que farão parte da oposição ao prefeito Joaquim Neto.

Nossa reportagem não conseguiu falar com o prefeito Joaquim Neto. Não responde ao telefone e nem às mensagens.

Redação com Vanderley Soares

Deixe uma resposta