Falta de médicos em posto de saúde preocupa moradores de Porto de Sauípe em Entre Rios

Publicidade 2

 

Moradores de Porto de Sauípe, em Entre Rios (BA), que dependem da rede pública de saúde passam por apuros. 

Eles alegam que só conseguem agendar consultas médicas para meses depois, e quando chega para realizar a consulta o médico só vai realizar o atendimento na sede (Entre Rios). 

A Unidade de Saúde da Família de Porto, por exemplo, é referência para mais de 2 mil pessoas que moram no distrito. Os pacientes reclamam da falta de médicos e distribuição de medicamentos. 

O pai de família Cláudio Santos procurou a redação do Se Liga Alagoinhas para informa que a aproximadamente 15 dias seu filho precisou realizar uma consulta de emergência com um médico pediatra em Porto de Sauipe, ao chegar no posto foi informado que seu filho deveria procurar a especialidade na sede (Entre Rios) porque lá não teria atendimento. 

Moradores ressaltam que o clima entre os pacientes, mesmo aqueles que marcam consulta, é de incerteza, quando não são encaminhados a outras unidades. “Quando vai, marca um médico, porém às vezes não tem médico ou ele não pode atender, ou você fica na espera.” 

Segundo alguns moradores a prefeitura disponibiliza apenas 8 (oito) fichas para marcação de consulta o que para eles é muito pouco. “Temos uma demanda aproximadamente 2 mil moradores como é que oito fichas vão ser suficiente?” Informou a dona de casa Fernanda. 

O site Se Liga Alagoinhas tentou por várias vezes contato a secretaria de saúde do município, porém não teve resposta. 

Deixe uma resposta