Equipe do Programa Criança Feliz recebe visita de consultor da Unesco

Publicidade 2

Desde sua adesão pelo Município, em agosto de 2017, o programa  Criança Feliz, desenvolvido pela  Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS)  tem alcançado resultados satisfatórios junto às 417 famílias atendidas.

Nesta terça-feira (02), o coordenador de Proteção Social, Ruidinaldo Brito, a supervisora municipal do programa, Adila Costa Bispo, equipe de visitadores, supervisores e coordenadores dos CRAS  receberam a visita do consultor da UNESCO  para o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), Leonardo Menezes. O objetivo foi  acompanhar o processo de implantação e execução do programa no município.

Leonardo acompanhou as visitas domiciliares e manifestou satisfação com a organização, condução do trabalho e qualificação da equipe, formada por nove profissionais.

“Alagoinhas  tem executado o programa dentro da proposta e fiquei muito satisfeito em saber que todas as visitadoras têm nível superior , o que não é exigido pelo programa. Isso tem trazido um diferencial , uma maior qualidade para a execução do programa no município, a exemplo da elaboração de materiais que são levados para os cuidadores das crianças assistidas”, enfatizou o consultor.

” Os cuidados com a primeira infância é uma prioridade para nossa gestão.É muito importante envolver as famílias, por isso nossos visitadores foram preparados para serem inseridos nesse ambiente familiar e buscar transmitir os cuidados que devem ser tomados nesta época da vida. O programa tem todo potencial para garantir que as nossas crianças tenham melhor desenvolvimento cognitivo, social, educacional e estabeleçam melhores vínculos familiares”, disse o secretário da SEMAS , Alfredo Menezes.

Sobre o programa

O programa Federal “Criança Feliz” foi planejado para garantir o desenvolvimento integral da Primeira Infância.A ações são voltadas às gestantes e crianças beneficiárias do Programa Bolsa Família de até 3 anos, e àquelas de até 6 anos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Também são acompanhadas gestantes e crianças beneficiárias afastadas do convívio familiar por medidas protetivas.Por meio de visitas domiciliares às famílias, a equipe capacitada acompanha e dá orientações importantes para fortalecer os vínculos familiares e estimular o desenvolvimento infantil.

Deixe uma resposta