Lazaro quer colar discretamente em Bolsonaro para garantir vaga ao Senado

Publicidade 2

Definitivamente a briga pela segunda vaga ao Senado é a cereja do bolo da eleição deste ano na Bahia. Segundo pesquisas publicadas até o momento, o candidato a reeleição ao governo, Rui Costa, se mantém na liderança e pode sair vitorioso ainda no primeiro turno.

Outra vaga preenchida, segundo prognósticos das pesquisas, é a de Jaques Wagner no Senado. A incógnita recai sobre a segunda vaga à Câmara Alta do Congresso Nacional.

Tanto levantamentos divulgados até o momento quanto os usados para consumo das próprias campanhas, Irmão Lazaro (PSC), portanto do grupo de oposição ao de Rui Costa, e Angelo Coronel (PSD), do grupo governista, brigam em pé de igualdade. Voto a voto, dizem especialistas.

A mais recente pesquisa a qual o Varela Notícias teve acesso mostra empate técnico entre Lazaro e Coronel.

Em conversa com o comando da campanha de Lazaro, o candidato não partirá para o ataque a Coronel.

Usará a propaganda eleitoral para mostrar que trará recursos financeiro para a Bahia, além de criar a imagem de “senador do interior” e para isso focará a sua fala aos prefeitos, que lutam por um  novo pacto federativo.

Outra estratégia, mas que pode não aparecer na propaganda eleitoral, é de colar a imagem de Lazaro a de Jair Bolsonaro, candidato do PSL à presidência da República, e cujas pesquisas mostram que está em segundo lugar na Bahia, perdendo para Fernando Haddad (PT).

Do lado de Angelo Coronel, os articuladores da campanha do pessedista acreditam em uma arrancada nesta reta final.

Além de algumas propostas mostradas na propaganda eleitoral, o comando acredita que a massificação do voto ao time de Rui, Lula e Haddad é ainda uma receita que dá certo.

A 13 dias das eleições resta saber qual das duas estratégias dará certo.

Fonte: VN

Deixe uma resposta